Saúde e Bem Estar

Vencedoras na vida e no esporte.

O câncer de mama é o tipo de doença mais comum entre as mulheres, depois do Câncer de Pele Não Melanoma, que corresponde a cerca de 29% dos casos novos a cada ano no Brasil, segundo dados do INCA (Instituto Nacional de Câncer).  Segundo o instituto, em 2018 eram estimados 59.700 novos casos, em 2017 foram registradas 19.927 mortes (16.724 mulheres e 203 homens).

O câncer de mama não tem somente uma causa. Um dos fatores de risco mais recorrentes é a idade (cerca de quatro em cada cinco casos ocorrem após os 50 anos). Porém outros fatores aumentam o risco da doença:

*A mulher que possui um ou mais desses fatores genéticos/hereditários é considerada com risco elevado para desenvolver câncer de mama.

Atenção: a presença de um ou mais desses fatores de risco não significa que a mulher necessariamente terá a doença.

Uma das formas de proteção contra o câncer é evitar a exposição aos fatores de risco e a adoção de uma vida saudável.  A prática diária de atividades físicas, por exemplo, é indicada para prevenção da doença, uma vez que ela promove o equilíbrio dos níveis de hormônios, reduz o tempo do trânsito gastrointestinal, fortalece as defesas do corpo e ajuda a manter o peso corporal adequado. Ajudando assim a prevenção do câncer de intestino (cólon), endométrio (corpo do útero) e mama (pós-menopausa).

Contudo, a prática de atividades físicas não isenta a importância de exames e cuidados que devemos ter, visto que, existem outros fatores de risco.  Um exemplo disso são as atletas de altodesempenho que lidaram com a doença, mesmo tendo vidas saudáveis elas não ficaram imunes ao câncer de mama.

 

 

1 – NOVLENE WILLIAMS-MILLS

A velocista Jamaicana foi diagnostica com a doença pouco tempo antes dos Jogos Olímpicos de Londres em 2012, ela participou da competição e conquistou três medalhas de bronze. Após os jogos a atleta se submeteu a uma mastectomia se tornando assim um exemplo de transformação no esporte. Williams também conquistou uma medalha de prata nos Jogos Olímpicos do Rio 2016.

 

 

2 – JANE KARLA GOGEL

A atleta de tênis de mesa foi diagnosticada em 2009, mesmo passando por quimioterapia ela pediu a seu médico liberação para participar de um torneio no Rio de Janeiro conquistando a medalha de ouro na categoria individual e medalha de prata em grupo. A atleta conta que não encarou a doença como uma sentença de morte, colocou na cabeça que iria melhorar e disputar os Jogos Pan-Americanos de 2011 e garantir uma vaga para as Paraolimpíadas de Londres 2012.

Em 2014, a Confederação Brasileira de Tênis de Mesa montou um centro de treinamento em São Paulo, porém Jane decidiu ficar com a família em Goiás. Contudo a atleta não ficou parada foi em busca de outra atividade e se identificou com o tiro com arco.  Ela se aperfeiçoou no esporte e hoje é uma das melhores do mundo na modalidade e já se prepara para os Jogos Paraolímpicos de Tóquio de 2020.

 

 

3 – RAQUEL VIEL

A nadadora recebeu seu diagnóstico em 2016, após ter disputado as Paraolimpíadas do Rio, por achar que seria impossível seguir como atleta profissional continuou na natação apenas para ter um motivo para levantar da cama e não ter de tomar antidepressivos.            Mesmo durante o tratamento Raquel continuou treinando, diminuindo sua frequência e tempo, porém aumentando sua intensidade. Ela não deixava de nadar     , sem os exercícios perdia sua disposição, então decidiu voltar a competir se classificando para o Mundial Paraolímpico de Natação, no México, em 2017.

Referências:

*https://www.inca.gov.br/

*https://boaforma.abril.com.br/saude/atleta-que-venceu-cancer-de-mama-conta-como-foi-voltar-a-competir/

*uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2019/06/30/jane-e-a-mae-tiveram-cancer-juntas-esporte-deu-forca-para-seguir-sem-ela.htm

* https://extra.globo.com/esporte/no-dia-mundial-contra-cancer-de-mama-relembre-ex-atletas-que-venceram-doenca-24029620.html

Um comentário sobre “Vencedoras na vida e no esporte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *